Jornalismo


 Características Gerais

Formar pessoas capazes de articular as diversas habilidades e competências necessárias para que um jornalista possa exercer seu trabalho não é uma tarefa simples, pois recai sobre elementos das mais diferentes matizes do conhecimento.

Buscamos oferecer uma formação que garanta as qualidades técnicas específicas, com a consciência do papel do cidadão na construção da realidade social, da responsabilidade dos indivíduos na solução dos problemas que envolvem as sociedades, principalmente seu aspecto regional. Buscamos formar indivíduos que não temam mudanças, que possam redefinir as práticas e alterar rotinas produtivas, a empreender, conscientes das consequências sociais de seu trabalho na formação da opinião pública. Indivíduos conectados com a contemporaneidade, capazes de aprender a aprender, aprender fazendo e refletindo sobre o fazer. Profissionais que possam criar oportunidades de inserção no mercado de trabalho, ultrapassando o mercado tradicional das redações de jornais, buscando novos nichos de mercado na sua região. Explorando a demanda reprimida de comunicação jornalística nas cidades e comunidades da região de Feira de Santana e melhorando a qualidade da informação ofertada.

Missão

O Curso de Bacharelado em Jornalismo da Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana tem como Missão formar profissionais competentes, capazes de se situar diante da sociedade como cidadãos éticos, detentores de uma visão abrangente que os capacite a entender o seu papel profissional no mundo, tecnicamente preparados para desempenhar bem suas funções, contribuindo para o desenvolvimento da Região em que se insere - o Estado da Bahia. 

Objetivos do Curso

O objetivo do curso de Bacharelado em Jornalismo da Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana é formar profissionais habilitados e capacitados para exercer atividades profissionais de jornalismo nas diversas mídias, que atuem no mercado de trabalho com criatividade, responsabilidade, ética, reflexão e empreendedorismo, associando criatividade, ciência e habilidades técnicas à prática jornalística. Profissionais capazes de identificar e solucionar problemas pertinentes ao seu meio profissional.

 

A partir de uma estrutura de curso que associa qualificação técnica, inovação tecnológica, através das mídias digitais, sedimentação das diversas habilidades do jornalismo, possibilidades de autonomia na montagem do currículo e apreensão interdisciplinar de conteúdos, pretende-se formar um profissional preparado para fazer leituras da realidade na sua complexidade que combina aspectos locais, regionais, nacionais e globais. Jornalistas que não dissociem a capacidade de refletir a realidade dos elementos objetivamente apresentados com os exteriores, contextuais, mas que ofertem à sociedade a possibilidade de conhecer o mundo que não está à sua volta.  Visamos formar profissionais que reconheçam a singularidade do seu papel como produtor de conhecimento e cultura, que compreendam que seu trabalho permite que os indivíduos percebam e situem-se diante da realidade socialmente construída.

 

Competências e Habilidades desejadas

As competências e habilidades a serem desenvolvidas durante o período de formação do Jornalista, conforme estabelecem as Diretrizes Curriculares específicas do curso, são as seguintes:

 

  • Produtor Jornalístico: apurando notícias, agendando entrevistas e elaborando textos que apoiem o trabalho do repórter;
  • Assessor de comunicação: intermediando o trabalho da imprensa e a organização ou pessoa física para quem trabalha, redigindo e disseminando informações aos veículos; além de propor soluções em comunicação para empresas, movimentos sociais e organizações não-governamentais;
  • Repórter: colhendo notícias ou informações, dando-lhes tratamento para divulgação; ancorando, apresentando, narrando ou comentando fatos ou acontecimentos pela mídia audiovisual ou similar;
  • Repórter fotográfico e cinematográfico: registrando e documentando em imagens (fotográficas ou cinematográficas) os fatos e acontecimentos de interesse do jornalismo;
  • Editor: coordenando e executando edição de mensagens textuais, sonoras, de arte, fotográficas, filmes ou programas jornalísticos para publicação, radiodifusão ou divulgação;
  • Editor de jornalismo: coordenando ou executando redação, edição e controle dos serviços de redação;
  • Gestor de Comunicação: gerenciando projetos e empreendimentos que viabilizem a produção jornalística em organização própria, de terceiros, ONG’s, sindical, classista ou como consultor. 

Perfil do Egresso

O profissional formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana recebe o título de Bacharel em Comunicação Social, cujo perfil evidenciará um jornalista capaz de:

 

·         Respeitar princípios éticos, democráticos e de cidadania na execução das funções jornalísticas, considerando o interesse público, o compromisso com a verdade e a especificidade do conhecimento jornalístico na área de comunicação;

·         Traduzir e/ou interpretar mensagens emitidas entre os diversos agentes sociais;

·         Desempenhar de maneira eficaz as atividades inerentes à produção jornalística, como: adaptação e desempenho do jornalismo em equipe; pauta e planejamento de cobertura; estruturação e condução de entrevistas, observando os diversos tipos de fontes; apuração, interpretação, redação e edição de mensagens jornalísticas nos gêneros legitimados pela categoria específicos a cada veículo;

·         Compreender, aplicar e inovar linguagens e tecnologias contemporâneas de produção jornalística e dos empreendimentos jornalísticos, bem como o complexo fenômeno que os convergem em sistemas multimídias; Assim como, compreender os processos de mediação e recepção de mensagens jornalísticas e seus impactos sobre os diversos setores da sociedade.

·         Interpretar os contextos históricos, socioeconômicos culturais e políticos dos fatos e circunstâncias cobertos, mediante o uso correto de conceitos e teorias, visando produzir informações de interesse público que contribuam para informar e orientar a sociedade em que está inserido, disseminando informações com clareza que qualifiquem o senso comum.

·         Aliar-se à luta pela cidadania, interagindo com comunidades da região de Feira de Santana em projetos de melhoria socioeconômica e da qualidade da informação jornalística.

·         Apresentar soluções e inovações de linguagens e técnicas, imprescindíveis à atividade de produção, apuração, tratamento e disseminação de mensagens jornalísticas nos diferentes suportes.

 

Mercado de Trabalho

Considerando que o setor de comunicação ocupa lugar estratégico no mundo contemporâneo, no qual valores, ideias, modos de ser e de pensar são repassados pelo conjunto dos meios de comunicação, o jornalismo assume, nesse cenário, a responsabilidade de disseminar informações jornalísticas que contribuem  para que os seres humanos modernos percebam e posicionem-se ante a realidade em que estão inseridos e possam guiar suas vidas, orientar decisões, pensar em lazer e obter conhecimentos acerca da realidade fora de suas esferas pessoais. O jornalismo é, desta forma, uma condição para o exercício da cidadania no mundo contemporâneo.

O curso de Bacharelado em Jornalismo da Faculdade Anísio Teixeira atualmente é o único da cidade de Feira de Santana-Ba, o que se configura como um dos fatores que contribui para que este seja reconhecido pelo mercado feirense e pelos agentes socioculturais não só da cidade como também do Estado.

Por ter localização privilegiada no cenário geográfico nacional, o município funciona como centro regional de passagem de pessoas e produtos, exercendo papel de entroncamento de vias de transporte, na fronteira da capital Salvador com o sertão, do recôncavo aos tabuleiros do semiárido da Bahia. Toda esta dinâmica contribui para o desenvolvimento do comércio regional e nacional. Feira de Santana se constitui como um município em constante desenvolvimento socioeconômico, atraindo continuamente investidores nacionais e internacionais e respondendo pela segunda economia do Estado, ostentando ainda, segundo a CDL, a posição de centro distribuidor da produção regional e pólo de negócios e atividades dinâmicas.

Feira de Santana possui um amplo mercado para os egressos. A cidade possui 08 emissoras de rádio (04 AM’s e 04 FM’s), 02 emissoras de rádio Comunitárias com concessão; 02 emissoras de rádio Comunitárias funcionando com liminar; 03 rádios web; 01 TV aberta; 01 sucursal de TV aberta; 01 TV Comunitária; 02 TVs web; 01 jornal impresso diário; 02 jornais impressos semanais (Folha do Norte e Noite&Dia), vários sites e blogs noticiosos e cerca de 54 agências de Publicidade e Propaganda, que oferecem vagas de trabalho aos futuros profissionais que não fizerem opção pelo empreendedorismo que é outra possibilidade em alta, no mercado local e regional. Há também um mercado que cresce bastante, o das assessorias de comunicação e de imprensa, principalmente assessoria política.

Mesmo detentora de uma economia forte, baseada também no comércio, sendo ponto de ligação de várias regiões do estado e do Nordeste, a região possui vários municípios que não dispõem de uma estrutura de comunicação organizada, nem no plano privado, nem no plano público. Esta carência por comunicação é oportunidade ímpar para os egressos da FAT, visto que poderão implementar projetos para empresas, organizações não governamentais e prefeituras. Ou seja, edificam-se oportunidades nas áreas tradicionais do jornalismo impresso, radiojornalismo e telejornalismo e nos setores que despontam como promissores no estado, a saber: economia, cultura, turismo e serviços.

Atividades Complementares

Regulamentadas por Resolução específica, as Atividades Complementares do curso de Bacharelado em Jornalismo da Faculdade Anísio Teixeira são regulamentadas pela Resolução CONSAD 002/2015 com a finalidade de proporcionar ao graduando condições de realizar, concomitantemente às disciplinas da matriz curricular, atividades autônomas e flexíveis, centradas em temáticas da área de Comunicação, que contribuam para a formação pessoal e profissional. Segundo a Resolução, anteriormente citada, as Atividades Complementares do curso de Jornalismo são compostas de itens e suas respectivas cargas horárias, com total máximo de 200 horas.

 

Integralização: Mínimo de 08 semestres
Turno: Noturno
Formação: Bacharelado

 



Princípios Norteadores da Grade Curricular

1. Evitar o prolongamento desnecessário do curso de graduação, tendo em vista o atual paradigma da educação continuada;
Incentivar uma sólida formação geral, para que o futuro contador possa superar os desafios das renovadas condições do exercício profissional;
2. Estimular práticas de estudos independentes, visando à progressiva autonomia profissional e intelectual do aluno;
3. Valorizar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências fora do ambiente escolar, especialmente as que se refiram à experiência profissional;
4. Fortalecer a articulação da teoria com a prática, valorizando a pesquisa individual e coletiva, bem como os estágios e a participação em atividades de extensão;
5. Contemplar conhecimentos que reflitam a heterogeneidade das demandas sociais, especialmente as que se relacionem com o semi-árido baiano. 

Configuração da Grade Curricular

A grade curricular do Curso de Jornalismo da FAT assume a seguinte configuração:

1º SEMESTRE
Disciplina C/H
Língua Portuguesa I 72
Sociologia Geral e da Comunicação 72
História da Comunicação 72
Informática Aplicada 72
Introdução ao Jornalismo 72
Total 360
2º SEMESTRE
Disciplina C/H
Língua Portuguesa II 72
Metodologia da Pesquisa em Comunicação 72
Teoria da Comunicação 72
Filosofia 72
Oficina de Texto Jornalístico I 72
 Total 360
3º SEMESTRE
Disciplina C/H
Realidade Brasileira e Regional 72
Cultura Brasileira e Regional 72
Comunicação e novas tecnologias 72
Planejamento e Produção Gráfica 72

Oficina de Texto II

72
Total 360
4º SEMESTRE
Disciplina C/H
Teorias do Jornalismo 72
Jornalismo Comunitário 72
Agência de Notícias 72
Jornalismo Digital 72
Webdesign 72
Total 360
5º SEMESTRE
Disciplina C/H
Assessoria de Comunicação 72
Gestão em Comunicação 72
Fotografia 72
Ética 72

Políticas de Comunicação

72

Radiojornalismo I

72
Total 360
6º SEMESTRE
Disciplina C/H
Oficina de jornalismo impresso 72
Técnicas de Produção e Edição em impresso 72
Fotojornalismo 72
Radiojornalismo II 72
Comunicação e Política 72
Total 360
7º SEMESTRE
Disciplina C/H
Técnica de Produção e edição em telejornalismo 72
Oficina de telejornalismo 72
Elaboração de projeto em jornalismo 72
Optativa 72
Semiótica 72
Total 360
8º SEMESTRE
Disciplina C/H
Seminários de Pesquisa em Jornalismo 72
Trabalho de Conclusão de Curso 288
  360

 

Disciplinas optativas

Do conjunto de disciplinas Optativas, o aluno deve escolher três para completar a carga horária que deve ser integralizada.

Grupo A Carga Horária
Jornalismo Especializado 72
Libras 72
Introdução à Publicidade e Propaganda 72
Mídia e Relações Étnico-raciais 72
Comunicação e Educação Ambiental 72
Comunicação e Política 72
Atividades complementares 200
Total 3080


Estamos atualizando essa seção.

Estamos atualizando essa seção.

 

 

 

Coordenação:
Profa. Ms. Marly Caldas

E-mail:
comunicacao@fat.edu.br

Telefone:
(75) 3616-9451

FACULDADE ANISIO TEIXEIRA DE FEIRA DE SANTANA
Rua Juracy Magalhães, 222 - Ponto Central - CEP 44032-620 - Feira de Santana - Bahia - Brasil
Telefax: (75) 3616-9451 / E-mail: fat@fat.edu.br
Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001, D.O.U. de 26 de março de 2001.
Webmail