Enfermagem


O curso de graduação em Enfermagem da FAT busca conduzir o (a) profissional à opção por caminhos fundamentados na ética. Um (a) profissional enfermeiro (a) que esteja capacitado (a) para coordenar sua equipe de trabalho, visando à qualidade da assistência que vá além de um cuidado centrado no corpo biológico, mas no sujeito / cidadão ou cidadã / ator ou atriz social através de uma relação dialógica. Vislumbrando o CUIDAR / CUIDADO humano.
Para tanto, o curso busca formar profissionais enfermeiros (as), generalistas, humanistas, críticos (as) e reflexivos (as), qualificados (as) para o exercício de enfermagem com conhecimento técnico científicos respeitando os princípios éticos para o cuidado humano, visando à promoção do autocuidado e a manutenção da integridade do individuo, família, grupos e comunidade, em situações de saúde e doença, no âmbito da gestão, gerência, supervisão e avaliação da assistência de enfermagem, atuando nos diversos cenários da prática profissional.

Objetivo Geral

Formar um (a) profissional generalista, com sólido conhecimento nos princípios básicos da profissão, apto a atuar com competência nos diversos níveis de promoção, proteção, tratamento e recuperação, atenção ao indivíduo e à comunidade, visando à melhoria da qualidade de vida.

Objetivos Específicos

a) Propiciar uma visão integral da profissão que permita ajustes em decorrência das transformações ocorridas no mundo do trabalho;
b) Desenvolver uma prática educativa em que professor (a) e aluno (a) sejam sujeitos integrantes no processo ensino/aprendizagem;
c) Possibilitar integração entre o ensino e prática profissional;
d) Integrar ensino-trabalho-comunidade, implicando em uma imediata contribuição para esta última;
e) Proporcionar programas complementares de educação envolvendo atividades de monitoria, projetos sociais e culturais de extensão e pesquisa científica;
f) Desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo.

Egresso do Curso

O (A) enfermeiro (a) a ser habilitado (a) pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT) terá uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, qualificado (a) para o exercício do cuidar / cuidado com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios éticos. Capaz de conhecer e intervir sobre os problemas / situações de saúde-doença de acordo com o perfil epidemiológico nacional, regional e local, com ênfase na região do semiárido baiano, identificando as dimensões bio-psico-sociais dos seus determinantes. Capacitado a atuar como integrante de uma equipe multidisciplinar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor (a) da saúde integral do ser humano.

Espera-se que este (a) profissional seja capaz de:

a) No âmbito da atenção/cuidado à saúde: Prestar cuidados aos indivíduos, grupos e população para a promoção da saúde; para a prevenção de doenças e agravos e para o reequilíbrio das necessidades humanas básicas afetadas, sem perder a perspectiva de contribuir para que os indivíduos e os grupos da população ampliem a sua capacidade de autocuidado e de intervenção sobre o seu território.
b) No âmbito da gestão: Conduzir os processos de trabalho da equipe de enfermagem; de unidades de internação e de equipes multiprofissionais que atuam nos serviços de saúde, através de processos de tomada de decisão e de mobilização de recursos (materiais; pessoas; poder; conhecimento), tendo como foco a prestação do cuidado. Gerir serviços de enfermagem e de saúde, bem como sistemas de saúde. Monitorar e avaliar ações, serviços, programas, projetos e planos.
c) No âmbito da educação: Dar continuidade ao seu processo de formação permanente. Formar e qualificar o pessoal técnico e auxiliar de enfermagem. Participar do processo de formação de enfermeiras no serviço. Desenvolver processos de comunicação e educação em saúde junto a indivíduos, grupos e população.
d) No âmbito da pesquisa: Produzir, sistematizar e utilizar conhecimentos voltados para o cuidado, para a gestão e para a educação.

Portanto, o (a) enfermeiro (a) formado (a) por este Curso, poderá:

a) Coordenar e desenvolver o processo do CUIDAR/CUIDADO em Enfermagem nos diferentes níveis de atenção articulando funções assistenciais, gerenciais, educativas e de investigação;
b) Construir, tanto individual como coletivamente, soluções para os problemas de saúde da comunidade avaliando seu impacto e resolubilidade.
c) Atuar de modo sistemático nos diversos campos de trabalho do (a) enfermeiro (a) estabelecendo prioridades.
d) Adotar postura coerente com um compromisso ético político para com a melhoria das condições de saúde da população.
e) Assumir condutas éticas no desenvolvimento de suas ações profissionais, manter elevado o nome da profissão participando ativamente para sua maior visibilidade social.
f) Comprometer-se com a educação permanente e com a produção de conhecimento socialmente relevante.
g) Efetuar leituras críticas e contextualizadas da realidade do país comprometendo-se com a reconstrução da sociedade e o resgate de valores. éticos e humanos.
h) Estabelecer relações de trabalho produtivas regidas pelo respeito mútuo e pelo princípio da pluralidade de idéias.
i) Problematizar as políticas de saúde e interpretar os perfis epidemiológicos das populações /região.
j) Comprometer-se com a educação permanente de sua equipe de trabalho com vistas a desenvolver a competência técnica e ética para o cuidado humano e solidário.
k) Interferir na dinâmica de trabalho institucional, reconhecendo seu papel de sujeito histórico e de mudança.
l) Usar com criticidade a tecnologia em função da qualidade de assistência de Enfermagem.
m) Planejar, implementar, supervisionar e avaliar programas de educação e promoção à saúde, considerando a especificidade dos diferentes grupos sociais e dos distintos processos de vida, saúde, trabalho e adoecimento, no âmbito local;
n) Intervir no processo de saúde/doença responsabilizando-se pela qualidade do cuidar/cuidado de enfermagem ao ser humano nos seus diferentes níveis de atenção à saúde, na perspectiva da integralidade da assistência;
o) Prestar cuidados de enfermagem compatíveis com as diferentes necessidades apresentadas pelo indivíduo, pela família e pelos diferentes grupos da comunidade;
p) Participar no planejamento e avaliação dos programas de assistência à saúde da instituição de atuação;
q) Participar das associações de classe e organizações sociais.
r) Participar e aplicar pesquisas e /ou outras formas de produção de conhecimento que objetivem a qualificação da prática profissional.
s) Contribuir para a consolidação do Sistema Único de Saúde, garantindo à população o acesso a serviços de forma integral, universal e equânime.

Integração do Curso de Enfermagem da FAT com a Rede de Serviços: Hospitalar e Ambulatorial – Praticas e Estágios dos alunos.

O Curso de Enfermagem da FAT tem uma grande integração com o Sistema Regional e Local de Saúde. Nesta perspectiva, destacamos:

a) Convênio firmado entre a FAT e a Secretaria Estadual de Saúde (SESAB), onde possibilita as práticas e estágio dos acadêmicos nas Instituições: Hospital Geral Clériston de Andrade, Hospital Estadual da Criança e Hospital Especializado Lopes Rodrigues;
b) Convênio firmado entre a FAT e a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, onde possibilita as práticas e estágio dos acadêmicos nas Instituições Hospitalares do Município, como: Hospital Inácia Pinto de Souza (HIPS) – Hospital da Mulher e o Hospital Municipal da Criança, bem como os serviços: Centro de Referência Municipal de Prevenção do Câncer (CMPC) e o Centro de Diagnóstico e Imagem (CMDI). E através da Secretaria Municipal de Saúde, onde possibilita as práticas e estágio dos acadêmicos na Rede Municipal de Saúde: Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Saúde da Família, Policlínicas, Centros Especializados, SAMU, CAPs, dentre outros.
c) Convênio firmado com a Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santana, onde possibilita as práticas e estágio dos acadêmicos no Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA).
d) Convênio firmado com o Grupo Hospitalar Mater Dei, onde possibilita aos acadêmicos as práticas e estágio na Maternidade Mater Dei.



Princípios Norteadores da Grade Curricular

1. Evitar o prolongamento desnecessário do curso de graduação, tendo em vista o atual paradigma da educação continuada;
Incentivar uma sólida formação geral, para que o futuro contador possa superar os desafios das renovadas condições do exercício profissional;
2. Estimular práticas de estudos independentes, visando à progressiva autonomia profissional e intelectual do aluno;
3. Valorizar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências fora do ambiente escolar, especialmente as que se refiram à experiência profissional;
4. Fortalecer a articulação da teoria com a prática, valorizando a pesquisa individual e coletiva, bem como os estágios e a participação em atividades de extensão;
5. Contemplar conhecimentos que reflitam a heterogeneidade das demandas sociais, especialmente as que se relacionem com o semi-árido baiano. 

Configuração da Grade Curricular

A grade curricular do Curso de Enfermagem da FAT assume a seguinte configuração:

1º SEMESTRE
Disciplina C/H
Enfermagem e Sociedade 36
Metodologia do Trabalho Científico 36
Antropologia da Saúde 36
Histologia e Embriologia 72
Vigilância à Saúde 72
Biologia geral 36
Saúde Ambiental e Ecologia 36
Total 324
2º SEMESTRE
Disciplina C/H
Anatomofisiologia I 54
Informática Aplicada à Enfermagem 36
Bioética e Deontologia 36
Psicologia Aplicada à Saúde 36
Bioquímica 54
Microbiologia 54
Sociologia da Saúde 36
 Total 306
3º SEMESTRE
Disciplina C/H
Anatomofisiologia II 54
Patologia Geral 54
Farmacologia 54
Genética Humana e Evolução 54

Parasitologia Humana

54

Enfermagem na Saúde Coletiva I

72

Semiologia e Semiotécnica da Enfermagem I

144
Total 486
4º SEMESTRE
Disciplina C/H
Semiologia e Semiotécnica da Enfermagem II 198
Enfermagem na Saúde Coletiva II 90
Didática Aplicada a Enfermagem 36
Imunologia 54
Epidemiologia e Saúde 54
Bioestatística 54
Biofísica 54
Total 540
5º SEMESTRE
Disciplina C/H
Enfermagem na Atenção à Saúde Mental 108
Enfermagem na Atenção à Saúde da Mulher 216
Relação Interpessoal e Comunicação na Enfermagem 36
Nutrição e Dietética 54

Análise e Interpretação de Exames Laboratoriais

54
Total 468
6º SEMESTRE
Disciplina C/H
Enfermagem na Atenção à Saúde da Criança e Adolescente 216
Enfermagem na Atenção à Saúde do Adulto e Idoso I 216
Total 432
7º SEMESTRE
Disciplina C/H
Enfermagem na Atenção à Saúde do Adulto e Idoso II 216
Enfermagem no Atendimento Pré-Hospitalar e Suporte Básico de Vida 54
OPTATIVA I 36
Total 306
8º SEMESTRE
Disciplina C/H
Administração em Serviços de Enfermagem 144
OPTATIVA II 36
  180
9º SEMESTRE
Disciplina C/H
Trabalho de Conclusão de Curso I (TCCI) 54
Estágio Curricular Supervisionado I 432
  486
10º SEMESTRE
Disciplina C/H
Trabalho de Conclusão de Curso II (TCCII) 54
Estágio Curricular Supervisionado II 432
  486

 

Disciplinas optativas

Do conjunto de disciplinas Optativas, o aluno deve escolher três para completar a carga horária que deve ser integralizada.

Grupo A Carga Horária
Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) 72
Enfermagem no Cuidado às Feridas 72
Enfermagem Nefrológica 72
Enfermagem em Homecare 72
Enfermagem Oncológica 72
Enfermagem em Hemoterapia 72
Enfermagem na Atenção à Saúde do Trabalhador 72
Terapêuticas Não-convencionais 72
Relações Étnico-Raciais e de Gênero 72


Estamos atualizando essa seção.



O dimensionamento da carga horária foi estruturado, considerando o semestre composto de 18 semanas, sendo 04h./aulas por turno e disciplinas com 04 horas aulas/semana.


1 º Semestre

2 º Semestre

3 º Semestre

4 º Semestre

5 º Semestre

6 º Semestre

7 º Semestre

8 º Semestre

9 º Semestre

10 º Semestre

OPTATIVAS

Estamos atualizando essa seção.

 

 

 

Coordenação:
Valterney de Oliveira Morais

E-mail:
valterneymorais@oi.com.br

Telefone:
(75) 3616-9451

FACULDADE ANISIO TEIXEIRA DE FEIRA DE SANTANA
Rua Juracy Magalhães, 222 - Ponto Central - CEP 44032-620 - Feira de Santana - Bahia - Brasil
Telefax: (75) 3616-9451 / E-mail: fat@fat.edu.br
Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001, D.O.U. de 26 de março de 2001.
Webmail